26 de setembro de 2010

Fazer exames?? RAST? PRICK? FALSO QUEM????

O diagnóstico da alergia alimentar é um mistério ainda não resolvido pela medicina.
Sim, más notícias, ainda não há nenhum exame 100% fidedigno, então o que devo fazer, perguntamos nós mamães.

1º PROCURE UM BOM ESPECIALISTA! Não basta ser um bom médico tem que ser um ótimo especialista, do tipo que entenda além de alergia um pouco de nutrição, que abranja todos os sintomas clínicos e que possa não apenas tratar o estrago da alergia, mas evitar que este ocorra.

2º FAÇA EXAMES! Sim, faça exames, tente o RAST. O RAST é um exame de sangue feito em laboratório, através da coleta de sangue, ele pode ser feito específico para o alergeno suspeito, irá indicar se há a presença de anticorpos do tipo IgE (este aparece como resposta do corpo em contato com o alergeno).
Feito o RAST temos o...
PRICK. Este consiste num teste cutâneo feito por puntura (pontos de extrato de alergenos) também é feito uma leve perfuração no local do ponto e aguarda para ver se o corpo reage com pequenas bolinhas, chamadas pápulas, se estas tiverem mais de 3 mm pode significar que sim você tem alergia


3° (NA MINHA OPINIÃO A PARTE MAIS IMPORTANTE DO POST)
OS EXAMES PODEM DAR FALSO POSITIVO. Sim, falso positivo ou ainda falso negativo.
Isso quer dizer que mesmo tendo um positivo no RAST ou no PRICK não temos um diagnóstico fechado. Por isso a importância do bom especialista, pois se você ganhar um falso desses não deve se excluir a HISTÓRIA CLINICA.

HISTÓRIA CLINICA: Entenda aqui por episódios, associações com alimentos e outras percepções das mães.

4º DESENCADEAMENTO: Desencadear o que meu Deus???
Sim, desencadear a alergia. Ou seja,dar o alimento e ver o que acontece. Como vocês podem imaginar isso traz riscos as crianças, então nada de abrir os exames e entulhar eles de danoninho depois de um negativo. Esse teste é sério e deve ser feito em abiente hospitalar. Desencadeamento só em AMBIENTE HOSPITALAR, DE PREFERÊNCIA COM UM CARRINHO DE RESSUSCITAÇÃO POR PERTO.
Sim, é sério e perigoso!

4 comentários:

  1. Esses exames só servem pra alergia alimentar? Ou para outras também?
    O Du voltou da casa da avó todo inchado. Fiquei na dúvida se era só de mosquito ou se ele comeu alguma coisa lá e eu não sabia que ele não podia ou algo assim. Eles são meio naturebas e fazem os próprios temperos. Tiraram o cominho que um já é alérgico, mas não sei se algum outro causou isso. Já é a segunda vez que volta de lá e tem uma crise. Achei muito forte o jeito que veio dessa vez. Nem quando foi picado por abelha ele ficou tão deformado. Levei no hospital e passaram um anti alérgico mais forte do que eu tinha em casa. Mas agora fiquei com medo. E foi tudo concentrado na região na cabeça. Ficou com dois calombos na testa, que deixou a cabeça meio triangular, o nariz e olhos incharam também, o lado esquerdo da mandíbula também, o ombro e uma das mãos. Vou ver se consigo marcar naquela alergologista que te dei o número aquela vez.

    ResponderExcluir
  2. Olá!!

    Os exames são feitos para todos os alergenos. Deve ser sim algo que tem contato só lá, já que é a segunda vez que acontece... agora você poderia tentar fazer um histórico... o que comeu, se usou sabonete, o que usam de tão diferente...

    Quanto a reação ter sido pior, esse é o problema de se expor ao alergeno, a cada exposição o corpo reage pior, por isso as vezes um minimo contato causa um estragão, o corpo se sensibiliza e entende como ataque do inimigo...

    É bom você ir sim na alergista, já que o Dú tem histórico direto de alergia na família, tem avó, tio e primos (confirmados)... e se não for alimentar, pode mesmo ser de inseto, o que é bom cuidar de qqer jeito...

    Fico aqui torcendo para descobrir o que é logo!

    Beijo nos fofinhos!!

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente apavorada com o desencadeamento do meu Baby que será em setembro. Ele é APLV , e sua dieta de exclusão já dura 1 ano e 3 meses. De início, não tínhamos nenhum exame positivo para a alergia (apenas seu IGE total é sempre alterado), ele tinha todos os sintomas clínicos que desapareceram com a dieta. Aos 18 meses realizamos o prick, que foi positivo para leite de vaca. E agora, aos 24 meses, tentaremos seu primeiro desencadeamento. Os exames que a gastro pediu farei somente no final do mês, mas como gosto de sofrer por antecipação estou pesquisando sobre o assunto. Não estou muito segura sobre o processo, meu filho tem alergia mediada, com sintomas imediatamente após a ingestão (cerca de 30 minutos), a pergunta é: ELE PODE SOFRER CHOQUE???? Me dê um help... Obrigada.

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente apavorada com o desencadeamento do meu Baby que será em setembro. Ele é APLV , e sua dieta de exclusão já dura 1 ano e 3 meses. De início, não tínhamos nenhum exame positivo para a alergia (apenas seu IGE total é sempre alterado), ele tinha todos os sintomas clínicos que desapareceram com a dieta. Aos 18 meses realizamos o prick, que foi positivo para leite de vaca. E agora, aos 24 meses, tentaremos seu primeiro desencadeamento. Os exames que a gastro pediu farei somente no final do mês, mas como gosto de sofrer por antecipação estou pesquisando sobre o assunto. Não estou muito segura sobre o processo, meu filho tem alergia mediada, com sintomas imediatamente após a ingestão (cerca de 30 minutos), a pergunta é: ELE PODE SOFRER CHOQUE???? Me dê um help... Obrigada.

    ResponderExcluir